segunda-feira, 11 de maio de 2009

Reforma ortográfica não é chata

A integração entre texto e imagem é – em minha opinião – uma das funções principais da ilustração, até mesmo pelo fato desta muitas vezes tornar-se mais importante que o próprio texto.

Dentre os trabalhos que costumo fazer encontra-se produzir ilustração para alguns textos sobre gramática e ortografia em geral. Textos dessa natureza são geralmente maçantes então, quando você se dispõe a fazer uma arte para acompanhar regras e normas da língua portuguesa, “quebrar o gelo” e atrair a leitura tornam-se objetivos fundamentais para o bom resultado do seu trabalho.

No case que vou apresentar nesse post, a empresa ia publicar uma seqüência de textos online sobre a reforma ortográfica. Como ia ser uma “mini-série”, achei interessante fazer como primeira arte uma espécie de “abertura”. Então fiz um layout bem simples para visualizar a idéia, que depois de aprovada, foi esboçada e então concluída.

Reforma Ortográfica - Processos



Quando o tema foi concluído, a sugestão partida da cliente foi para simular uma “inauguração” da palavra “Ortografia”, já concluída. Logo, essa arte acabou servindo como um gancho para a próxima. Seguem as imagens:

Reforma Ortográfica - Arte um


Reforma Ortográfica - Arte dois



A ilustração foi publicada na web num tamanho um pouco menor que este e bastante limitado. Então a arte-final acabou comprometendo-se um pouco, já que eu não poderia detalhar demais os personagens. Dessa maneira, a preocupação ficou voltada para as cores e o quanto definido estariam as cenas, para que o conjunto da arte fosse percebido.

Reforma Ortográfica - Detalhes



A criação de uma arte que possa estimular uma continuação, como foi feito nesse caso, pode ser uma ótima sacada comercial, já que você permite que a próxima idéia nasça pronta e você cuide apenas da execução. Por esse motivo, aproveitar alguns personagens foi imprescindível para que ambas as ilustrações se completassem. Sem contar que eu tive de usar as mesmas cores também, para que essa ligação fosse feita com muito mais facilidade pelo leitor.

Reforma Ortográfica - Detalhe Personagens



Aliás, a cena final entre o engenheiro e o arquiteto dando as mãos me faz lembrar que toda essa arte foi feita com colaborações. Mesmo eu cuidando de praticamente toda a arte, em nenhum momento eu fiquei com ela só em minhas mãos. Trabalhar em equipe traz inúmeras vantagens e torna seu trabalho muito mais profissional.

É uma pena que nem todos tenham esse espírito de união. Faz muito tempo que eu não vejo vantagem alguma em produzir sozinho ou dentro de casa. As pessoas ainda não perceberam que para um crescimento profissional, sair da tal “zona de conforto” é algo obrigatório. Como disse o ator Will Rogers uma vez: "De vez em quando é preciso subir num galho perigoso, porque é lá que estão as frutas".

Nenhum comentário: